Google search engine
InícioEconomiaComércio varejista recua 0,3% em outubro, diz IBGE

Comércio varejista recua 0,3% em outubro, diz IBGE

O comércio varejista registrou uma queda de 0,3% no volume de vendas em outubro deste ano em comparação com o mês anterior, após um aumento de 0,5% em setembro, conforme revelado pela Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (14).

Cristiano Santos, gerente da pesquisa, destaca que as variações têm se mantido próximas a zero desde fevereiro, indicando estabilidade na leitura mensal, exceto nos meses de março (0,7%), maio (-0,6%) e julho (0,7%). Ele observa que esse padrão reflete um retorno ao comportamento pré-2020, antes das variações mais acentuadas durante a pandemia, com números ainda mais modestos do que o padrão anterior à Covid-19. No entanto, a perspectiva de médio prazo é positiva, com crescimento nos acumulados do ano e em 12 meses.

Apesar da queda em outubro, o comércio apresentou resultados positivos em outras análises: 0,1% na média móvel trimestral, 0,2% em comparação com outubro do ano anterior, 1,6% no acumulado do ano e 1,5% no acumulado de 12 meses.

Na transição de setembro para outubro, a diminuição de 0,3% foi impulsionada por quedas em cinco das oito atividades pesquisadas pelo IBGE: equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-5,7%), tecidos, vestuário e calçados (-1,9%), hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,8%), combustíveis e lubrificantes (-0,7%) e móveis e eletrodomésticos (-0,1%).

Apenas três atividades do varejo apresentaram crescimento no mês: livros, jornais, revistas e papelaria (2,8%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (1,4%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (0,2%).

A receita nominal do varejo teve uma diminuição de 0,1% em comparação com setembro deste ano, mas cresceu 1,9% em relação a outubro de 2022, 4% no acumulado do ano e 5,1% no acumulado de 12 meses.

Varejo ampliado

Os setores de veículos, peças e materiais de construção, categorizados como varejo ampliado, registraram aumento no volume de vendas de setembro para outubro. No segmento de veículos, motos, partes e peças, observou-se um crescimento de 0,3% em relação ao mês anterior, 10,5% na comparação com outubro do ano passado, 7,3% no acumulado do ano e 5,4% no acumulado de 12 meses.

Quanto aos materiais de construção, verificou-se uma elevação de 2,8% na comparação com setembro e de 6,4% em relação a outubro de 2022. No entanto, esses setores acumulam quedas de 2,1% no ano e de 3,4% no acumulado de 12 meses.

mais populares